Ceifar, reconstruir, amar...


31/08/2008


Sobre o projeto a ser aprovado no  Congresso Nacional da proibição de propagandas

dirigidas ao público infantil.

- Você tem opinião formada a este respeito ???

Minha opinião:

"A infância deve perdurar, precisamos protegê-la das grandes difuculdades do mundo adulto. Prepará-las, sim, e não expô-las em demasia. Isto é crime. Aos adultos cabem viver seu tempo com dignidade e assumir sua maturidade para garantir às futuras gerações um mundo mais justo e melhor de se viver. Por isso é importante cuidar da educação de cada uma das crianças com zêlo e amor.
A mídia têm influenciado bastante na atitude das crianças e adolescente tornando-as ansiosas e exigentes, dificultando o trabalho das famílias e até estimulando os pais, ainda imaturos, a servirem aos desejos consumistas dos filhos na disputa pelo ter entre os amigos enquanto tem havido o descuido com a humildade, a simplicidade e a disciplina das necessidades e gozos. Num contexto onde o hedonismo é comportamento aceitável e aplaudido, enquanto a renúncia de algumas necessidades para auxilio mútuos parece um fantasma a se fugir… Precisamos rever os valores deste momento histórico onde o capitalismo tem imperado indiscriminadamente, pertubando os lares incutindo o vício do consumo. Há pais que fazem crediários para dar o tênis de aos filhos, ou celular enquanto deixam de planejar o custeio dos estudos ou a compra de uma casa e a segurança na velhice… Jovens que gastam todo seus salários consumindo desenfreadamente tudo o que não puderam ter, na infância, deixando de organizar seus orçamentos para o planejamento do futuro… Vão se frustando, já que estas satisfações mudam de cara, dia após dia, nas propagandas de bens não duráveis, que não satisfazem a carência de afeto e respeito.

É necessário limpar o terreno, auxiliando as famílias a repensarem os valores, cuidando de incentivar a ética > independente das religiões < mas linkadas às leis do amor universal. Por isso que hoje sofremos as consequências do desmatamento desenfreados, da poluição pelo descartável, e da criminalidade juvenil. Esta última gerada pela despreocupação em desenvolver nos jovens a auteridade. Têm-se desmantelado o mundo e esperamos que haja tempo, ainda, para reconstruir ..."

leiam: http://mercadoetico.terra.com.br/noticias.view.php?id=3240

Escrito por Maria Rita Pereira da Silva às 18h41
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

17/08/2008


ANELOS


(Maria Rita P.)



Da árvore envelhecida
Seu último fruto desprendeu-se
Lançado longe, rolou
Fixou raízes.
Para alimentar sonhos de prosperidade
Verdes brotos de saudade
Fez-se presente.
A árvore velha ainda buscou da fonte
Lá onde a seiva refrescante
Toda sua copa pontos verdes, ressurgiram.
Mas, não semeou como antes.

Na terra profunda buscou histórias
Para nos alegrar e acalantar.
Aprendemos quais caminhos
Indubitavelmente será nosso fim
Quando árvores antigas
O passado não mais revelar.

Escrito por Maria Rita Pereira da Silva às 19h54
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Perfil

Meu perfil
BRASIL, Mulher, Maria Rita P.

Histórico